CERTIFICAÇÃO DE CABINES DE SEGURANÇA BIOLÓGICA – CSB E FLUXO LAMINAR

Certificação

Fazemos a Certificação de cabines de segurança biológica com a execução dos seguintes ensaios:
  • Ensaio de velocidade inflow
  • Ensaio de velocidade downflow
  • Ensaio de integridade e estanqueidade de filtros HEPA
  • Ensaio da dinâmica do fluxo de ar / paralelismo
  • Ensaio de contagem de partículas em suspensão no ar
  • Ensaio do nível de ruído
  • Ensaio de iluminância

NSF-49 para as cabines de segurança biológica – CSB e ABNT –NBR 15.767 e ISO 14.644-1.

As cabines de segurança biológica (CSB) foram concebidas para proteger o operador, o ambiente laboratorial e o material de trabalho da exposição a aerossóis e salpicos resultantes do manuseamento de materiais que contêm agentes infecciosos, tais como culturas primárias, stocks e amostras para diagnóstico. Qualquer atividade que libera energia num líquido ou semilíquido, tal como agitar, verter, misturar ou verter um líquido numa superfície ou noutro líquido, produz partículas de aerossol.

As CSBs, quando devidamente utilizadas, têm-se revelado altamente eficazes na redução de infecções adquiridas em laboratório e contaminações cruzadas de culturas, devido a exposição a aerossóis. As CSBs também protegem o ambiente.

Entretanto, a concepção básica das CSB sofreu diversas alterações.

A principal foi a adição de um filtro de ar particulado de alta eficiência (HEPA) ao sistema de exaustão.

O filtro HEPA retém 99.97% das partículas de 0.3μm de diâmetro e 99.99% das partículas maiores ou mais pequenas. Isto permite que o filtro HEPA retenha efetivamente todos os agentes infecciosos conhecidos e que só ar isento de micróbios seja expelido da câmara.

A segunda alteração foi dirigir o ar do filtro para a superfície de trabalho, protegendo assim os materiais que aí se encontram de contaminação.